Melhores inícios

Tem livros que são tão bons, que começam ótimos já desde as primeiras linhas. Eles te conquistam de primeira e você não os larga mais.

Pensando nisso, fiz a minha listinha do que considero as aberturas mais incríveis que já li, em ordem de preferência.

5. Medo e Delírio em Las Vegas – Hunter S. Thompson

 “Estávamos em algum lugar perto de Barstow, à beira do deserto, quando as drogas começaram a fazer efeito…”

4. Ana Karênina – Liev Tolstói

“Todas as famílias felizes se parecem entre si; as infelizes são infelizes cada uma à sua maneira”

3. Apanhador no Campo de Centeio – J.D. Salinger

“Se querem realmente saber a meu respeito, a primeira coisa que provavelmente vão querer saber é onde nasci, e como foi a desgraçada da minha infância, o que meus pais faziam antes de me terem, e toda aquela baboseira tipo David Copperfield, mas não estou afim disso, se querem saber a verdade.”

2. A Metamorfose – Franz Kafka

“Quando certa manhã Gregor Samsa acordou de sonhos intranquilos, encontrou-se em sua cama metamorfoseado num inseto monstruoso.”

1. Lolita – Vladimir Nabokov

“Lolita, luz da minha vida, fogo da minha virilidade. Meu pecado, minha alma. Lo-li-ta: a ponta da língua faz uma viagem de três passos pelo céu da boca abaixo e, no terceiro, bate nos dentes. Lo. Li. Ta.
Pela manhã, um metro e trinta e dois a espichar dos soquetes; era Lo, apenas Lo. De calças práticas, era Lola. Na escola, era Dolly. Era Dolores na linha pontilhada onde assinava o nome. Mas nos meus braços era sempre Lolita.”

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s