O desabafo de Duras

Durante o período da Segunda Guerra Mundial, a francesa Marguerite Duras sofria com a ocupação nazista no país. Mais que sofrer, se viu afastada de amigos e de seu amor, Robert – que fora lutar no front de batalha. A dor é exatamente uma tentativa de registrar a angústia – e se libertar dela – de uma das épocas mais difíceis de sua vida, um trabalho autobiográfico (com trechos ficcionais, acreditam muitos críticos) agoniante para o leitor.

O interessante, entretanto, é o prefácio da obra, em que a autora afirma não se lembrar de ter escrito os textos que compõe o relato – de dor, carinho, esperança e desespero:

Encontrei este diário em dois cadernos, nos armários azuis de Neaupble-le-Château.

Não tenho lembrança alguma de tê-lo escrito.

Sei que o fiz, que fui eu que escrevi, reconheço minha letra e os detalhes do que relato: revejo o lugar, a Estação de Orsay, os trajetos, mas não me vejo escrevendo o diário. Quando foi que o escrevi, em que ano, em que horas do dia, em que casa? Não sei mais nada.

O que é certo, evidente, é que não me parece possível ter escrito este texto enquanto esperava por Robert L.

Como pude escrever isto, que ainda não sei nomear e que assombra quando releio? Como pude abandonar este texto durante anos naquela casa de campo constantemente inundada no inverno?

A primeira vez que me preocupei com ele foi quando a revista Sorcièrse me solicitou um texto escrito em minha juventude.

A dor é uma das coisas mais importantes de minha vida. A palavra “escrito” não seria adequada. Encontrei-me diante de páginas metodicamente preenchidas com uma letra extraordinariamente regular e calma. Encontrei-me diante de uma fenomenal desordem de pensamento e do sentimento, que não ousei tocar, e comparada à qual a literatura me envergonha.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s