Realismo maravilhoso em dois textos

O blog está um pouquinho parado por forças maiores (meu TCC), mas deixo aqui duas leituras ótimas para quem se interessa por realismo maravilhoso latino-americano.

O primeiro é Realismo mágico (em espanhol), de Arturo Uslar Pietri, considerado um dos mais importantes escritores do movimento.  Nele, Pietri discorre um pouco do que era esse novo realismo que surgia, a incorporação de elementos místicos e superstições próprias do povo latino na literatura, além de situar a nova produção literária como uma oposição às tradições europeias e ao comodismo dos escritores hispano-americanos em copiar tais tradições. Clique aqui para ler.

O segundo é El reino de este mundo (também em espanhol), de Alejo Carpentier, autor também reconhecido por ser um dos pilares do real maravilhoso. O livro é muito famoso por seu prólogo, em que Carpentier utiliza, pela primeira vez, o termo “realismo maravilhoso” para designar essa essa literatura que surgia na América Latina, substituindo o “realismo mágico” empregado por Pietri. Carpentier conta como descobriu, no misticismo do Haiti, das lendas maias e quechuá a temática de um novo tipo de realismo. Clique aqui para ler.

Anúncios